A ASCENSÃO DO FERRO CHEGOU!

saladino_01

Olá Guardiões!

Hoje foi o lançamento da Ascensão do Ferro. E já começou mal, muito mal.

Uma enorme quantidade de jogadores não conseguia logar e a Bungie falou que implementou essa fila aí da imagem como contingência.

Minha Opinião: A Bungie amadorizou mesmo com isso, não se preparou para a quantidade de jogadores que ia acessar o jogo, mesmo tendo muito tempo pra essa preparação. Inventou essa fila pra ganhar tempo e acabou sendo um tiro no pé, pois foi feito de forma ruim e sem avisar aos jogadores.


Enfim, depois de horas, todos conseguiram logar.

A campanha é bem curta, com cerca de cinco missões que você pode completar, mesmo sozinho, sem muitas dificuldades. A dublagem está perfeita como sempre e os diálogos são muito interessantes. Em termos de tamanho e conteúdo, até agora, a Ascensão do Ferro ficou devendo e muito ao Rei dos Possuídos.

Minha Opinião: Joguei toda a campanha com um amigo meu que costuma me acompanhar quando saem as expansões. Achei a campanha curta, história rasa e meio confusa em algumas coisas e sem empolgar muito. O único momento que me passou alguma emoção foi na cutscene inicial e na batalha final da campanha (não, não vou dizer o que tem lá). Essa expansão, na minha opinião, ainda não está a altura do hype que foi criado. Vamos ver quando a incursão entrar no jogo.


Novas Jornadas e Assaltos

Shiro-4: Novo NPC que concederá contratos semanais no Pico de Felwinter.

O jogo oferece algumas jornadas assim que você conclui a campanha, em sua maioria sem muito conteúdo que acrescente algo a história do jogo. Dos três assaltos que entraram, dois são assaltos antigos renovados (Sepiks e Phogoth).

Minha Opinião: As jornadas extras são poucas, apesar de terem pelo menos colocado diálogo pra melhorar em relação as jornadas do Rei dos Possuídos (especialmente as Exóticas). Mas é bem interessante você reforjar a Gjallarhorn, apesar de não ser como eu esperava, e ter uma emocionante conversa com o Fantasma após terminar uma das novas jornadas Exóticas. Em relação aos assaltos, o assalto do Sepiks é apenas um copiar/colar do assalto do Ano Um com os Simbiontes. O do Phogoth tem umas diferenças bacanas, como a presença de uma Nave Tumba pra você usar como plataforma, tal qual na Raid, mas a recompensa desse assalto estava com problemas no dia de hoje, oferecendo itens abaixo do seu nível de Luz. Fiquem ligados.


Equipamentos aos montes

Guardiões

Logo que você inicia a sua campanha, chove itens azuis e VERDES (PELO VIAJANTE!) de monte. Em pouco tempo você consegue elevar sua Luz até 340 (o máximo possível em itens Raros/Azuis). As missões possuem dificuldade moderada, de modo que seu equipamento resolve. Você também pode comprar equipamentos com até 350 de Luz nos vendedores na Torre.

Minha Opinião: Quem guardou os pacotes de facção e os engramas se deu bem, por que eles vieram com itens atualizados (tanto em expansão quanto em Luz). Eu percebi que você vai atingir um topo básico (entre 340~350) muito rápido. Vamos ver se isso permanecerá, quando a Raid sair, ou se vai ser ajustado de acordo com a busca por equipamento. Um ponto legal sobre armaduras, na minha humilde opinião, foi a volta das armaduras da Rainha (com Petra), até a nave voltou!


Nova caçada: Fragmentos SIVA

Destiny_20160920092727

A exemplo do Rei dos Possuídos, temos novos fragmentos pra encontrar. Esse da foto acima fica no Abrigo Triglav, no último andar do prédio que tem na área externa. Vou postar apenas alguns pra ajudar vocês a completar o livro, mas o resto teremos que achar, ok?

Minha Opinião: Espero que ao fim da coleta dos Fragmentos (30 ao todo, se não me engano) não recebamos apenas um tonalizador como foi com os Calcificados. Vou colocar uma galeria abaixo com alguns achados, entre fragmentos e Fantasmas. Boa sorte pra pegar o que fica no topo do Pico de Felwinter…

Este slideshow necessita de JavaScript.


As Jornadas Exóticas

De acordo com o livro da Ascensão do Ferro, temos quatro Jornadas Exóticas. Eu consegui fazer a jornada da Kvhostov (é interessante) e a da Gjallarhorn (normal). A jornada da Gjallarhorn vai acabar vindo pra você ao completar outras jornadas. Já a da Kvhostov você pode iniciá-la de duas formas:  

  • Quebrando a Kvhostov que você ganha no início do jogo, caso ainda a possua.
  • Encontrando uma parte dela num baú.

Eu não vou falar como você vai fazer a jornada. Mas posso dar um ponto de partida e umas dicas pra você que não possui a Kvhostov antiga.

  • Nas Terras Pestíferas, fique atento a Majores de qualquer raça (em especial da Colmeia com o nome “Mãe da Ninhada” ou “Capanga da Ninhada”). Ao matá-los você tem uma chance de ganhar os seguintes itens:
    • Chave Simbionte
    • Retransmissor Simbionte
    • Itens para usar na Forja do Arconte

Destiny_20160920122834

  • Quando você pegar o segundo item (Retransmissor Simbionte), volte pra onde o Destiny começou. No caminho você vai precisar usar esse item pra desbloquear uma passagem com lasers.
  • Avance e, ao chegar no Ketch, mate todos e VASCULHE BEM O LOCAL, pegando tudo que encontrar, desde fragmentos até baús. A sua jornada pela Kvhostov se iniciará aqui
  • Na etapa de coletar Páginas e Peças da arma, fique na Base de Lançamento (Terras Pestíferas) matando inimigos para as páginas. Para as peças, você vai ter que procurá-las no mapa. Use sua mira, quando você entrar num lugar que tem alguma parte, vai aparecer um ícone igual ao de PATRULHA DE COLETA DE ITENS. Siga o ícone e você achará.
  • Dica Final: As três partes estão nas áreas que eram do antigo Cosmódromo, mas agora está com neve.

Fica faltando duas jornadas. Uma é a da Espinho, mas a outra eu não me recordo o que poderia ser. A Espada não contou como jornada, vale lembrar.


Não tenho muito mais o que falar. Só resta esperar a Raid e que apareçam mais jornadas com mais história (alguém ai gostaria de saber da Rainha ou sobre Praedyth? EU SIM!).