Comunidade em Foco – A Luz que Brilha de Pai para Filho

traveller

Olá Guardiões.

Destiny é um jogo incrível, todos nós sabemos disso. Mas uma das coisas que mais me cativa nele são as inúmeras histórias que aconteceram envolvendo o jogo da Bungie. Eu já falei aqui sobre uma Guardiã que convocou a comunidade para ajudar sua amiga que estava com uma enfermidade e a resposta veio rapidamente de uma parcela significativa de Guardiões.

Em outros países já tivemos histórias de casamentos com anéis e decoração da Bandeira de Ferro, entre outras coisas. Mas o fato que vou relatar aqui hoje aconteceu aqui mesmo no Brasil. Um Guardião postou a imagem abaixo no grupo Destiny Brasil®, no Facebook:

desenho-7anos

O Guardião Fábio Gomes postou essa imagem com os seguintes dizeres:

“Dai meu filho de 7 anos chega da escola com um desenho pra mim. Arthur guardião.”

O filho dele, Arthur Gomes, fez esse desenho pra homenagear o pai que é fã de Destiny e de vários outros jogos. O Guardião Fábio ficou muito feliz com a surpresa. Ele me  jogando e retratou do seu jeito minha paixão pelo jogo”disse ele em conversa comigo. Sobre a questão polêmica que foi levantada em sua postagem, a violência dos jogos influenciar ou não o comportamento da criança, ele foi bem direto: “Ele sabe que isso é um jogo e que na vida real não se deve praticar atos de violência”.

Em relação ao comportamento do Arthur, o pai coruja revelou: “Ele é muito tranquilo em casa e na escola. Eu e minha esposa não temos o que falar dele”. Perguntei se eles jogavam algo juntos, no tempo livre. Ele curte Lego Star Wars, Batman, ele joga muito bem. No Destiny ele gosta de ficar correndo e pulando na Torre e no Arrecife. O que temos jogado juntos é Overwatch, mas revesando (risos). Jogamos Battlefront também. Minha mulher aprova a jogatina, fica tudo certo (risos)”.

Arthur, o garoto do desenho, e seu pai Fábio. Unidos em favor do Viajante e em prol da diversão.


Esse tipo de coisa é incrível. Aquece mesmo o coração da comunidade e mostra como Destiny mexe com as pessoas que jogam e com as pessoas que convivem com quem joga. Que esses gestos de carinho, tanto do Arthur com seu pai quanto o da comunidade ajudando a jovem Fran, e até mesmo me ajudando com a campanha, possam fazer todos verem que esse jogo ultrapassa os limites do virtual e nos faz ser verdadeiros Guardiões no mundo real.

Fiquem firmes na sua Luz, Guardiões!

#True